Calopsita – guia completo de criação

A calopsita é uma ave que pode ser domesticada e dependente do cuidado e proteção do homem.

A calopsita, cujo nome científico é Nymphicus hollandicus, é um pássaro pertencente à mesma família das cacatuas e ao grupo dos psitacídeos, assim como papagaios e periquitos. Como membro desta família, exibem suas bonitas cristas eréteis, bem como suas colorações de penas e seus comportamentos de reprodução.

Todas as calopsitas são nativas da Austrália e vivem em regiões subtropicais e temperadas. Este pássaro é muito inteligente, curioso e calmo, e, por apresentarem tais características, são fáceis de domesticar e treinar.

As calopsitas jovens são mais esguias e magras do que os adultos e não possuem todas as penas da cabeça. As aves jovens atingem o tamanho de adultos com cerca de 9 meses, embora elas comecem a fazer a muda com cerca de seis meses, continuando a trocar de penas todos os anos.

Comportamento das calopsitas

As Calopsitas são pássaros muito ativos, brincalhões e inteligentes, que sentem a necessidade de interagir com seus donos, fora ou dentro de suas instalações. É fundamental que elas recebam toda a atenção necessária ou, caso contrário, podem apresentar comportamento agressivo. Essas aves fazem, por natureza, bastante barulho. Quando domesticadas, podem ser mais quietas.

Ao contrário do que fazemos com cães e gatos, não podemos impedir uma calopsita de procriar, pois ela sente necessidade de se relacionar sexualmente. Apesar de que, depois de amansadas, esse tornar-se um processo mais raro. Em muitos casos, a calopsita pode até mesmo fazer a postura de ovos sem a presença de um parceiro. De qualquer forma, o ideal é que ela possua um companheiro para que não cobre atenção excessiva dos humanos e não sofra automutilação. Como ela é quem escolhe o parceiro, é importante dar-lhe opções e ter algumas Calopsitas juntas até que a escolha seja feita (aí, é importante separá-las para evitar brigas).

A personalidade dessa espécie não possui um padrão exato. Justamente por isso, você não deve criar determinada expectativa em relação ao comportamento dela: enquanto umas são ativas e brincalhonas, outras podem ser quietas e tranquilas. O ideal é interagir sempre com sua Calopsita.

Calopsitas e crianças

Adquirir uma calopsita não é a melhor opção quando se tem uma criança em casa, pois apesar de ser dócil, a ave pode apresentar comportamentos defensivos se manuseada de forma incorreta. Se uma criança interagir com essa ave de maneira inadequada, poderá acarretar um acidente. Sendo assim, é melhor adquirir outro animal de estimação.

A alimentação das calopsitas

Os comedouros e bebedouros (fômites) utilizados para alimentar sua ave não devem ser feitos de plástico, pois são leves e as Calopsitas podem danificá-los. Opte sempre por vasilhas de alumínio, vidro, porcelana ou barro envernizado. Esses materiais são mais pesados e evitam que os potes virem.

É ideal que os potes de água e alimento fiquem no chão da gaiola, para que sua Calopsita tenha que descer de seu poleiro para buscar alimento. O grande propósito disso é estimular a ave a fazer exercício físico.

Lembre-se: em muitas casas, a Calopsita fica solta e pode encontrar alimentos proibidos. Uma dieta balanceada é fundamental e alguns autores recomendam alimentos à base de frutas, legumes e verduras, como espinafre, chicória, almeirão, couve (bem lavados), milho verde (principalmente quando houver filhotes), farinha de ostra (para ajudar na digestão) e, como fonte de cálcio, osso de siba. Antes de você se decidir por qual dieta fornecerá ao seu pássaro, pergunte tudo o que é ou não é permitido a um profissional da área. Não se esqueça de que consultas veterinárias são essenciais para a saúde do seu animal.

Instalação das calopsitas

Encontrar uma instalação para sua Calopsita é uma tarefa bem fácil. Você apenas precisa seguir algumas dicas fundamentais: jamais opte por uma gaiola para pássaro grande, pois os espaçamentos da grade são grandes e sua Calopsita poderá se machucar.

O ideal é que a gaiola possua saídas laterais para que o pet possa passear sempre que quiser. Você deve decidir entre a presença ou não da grade de chão: sem a grade, a ave tem um contato melhor com o chão para andar. Com a grade, ela não entra em contato com suas fezes.

O importante é que, caso você opte pela grade, essa não tenha grandes espaços entre as barradas (malha grande) para que sua Calopsita não prenda as perninhas e se machuque.

Cuidados extras

Muito cuidado com produtos que possam prejudicar sua calopsita, como cigarro, perfume, purificador de ar, vela acesa, dentre outros. É recomendável que sejam instaladas grades nas janelas, caso o seu animal fique solto pela casa. Para as calopsitas que são criadas em gaiolas, lembre-se que estes espaços devem ser limpos com pano úmido sem qualquer tipo de detergentes ou álcool. Esta precaução deve ser tomada, pois as aves podem adquirir dermatite por contato com material de limpeza. A dermatite pode causar, por exemplo, ferimentos na planta dos pés das calopsitas.

Troque com frequência a água dos bebedouros, lavando e esfregando os recipientes destinados à hidratação do animal. Evite bebedouros de plásticos, pois eles são campeões no armazenamento de fungos.

“Ganhei a Lizzy quando ela tinha 20 dias de vida, sem penas e sem se alimentar sozinha. Acho que esse contato desde muito nova facilitou muito a adaptação dela comigo. Hoje, com 7 meses, ela é super carinhosa, adora brincar e passear pela casa. Além da ração, ela come praticamente todas as frutas, verduras e legumes e ama sementes de girassol! Também já aprendeu a cantar duas músicas que ensinei! Um amor! Ao contrário do que algumas pessoas podem achar, as aves se apegam aos donos sim e podem ser carinhosas como um cachorro, ou até mais! Tudo depende de como ela é criada.” Isabela Cristina

mat8 (5) mat8 (6)

Características da Calopsita

– Nome: Calopsita (Nymphicus hollandicus).
– Família: Cacatuidae.
– Origem: Austrália.
– Altura: 30cm.
– Peso: de 85 a 120 gramas.
– Maturidade sexual: a partir dos 12 meses.
– Período de reprodução: o ano inteiro, com 4 a 7 ovos por postura e 17 a 22 dias de incubação.
– Expectativa de vida: pode chegar aos 25 anos.
– As Calopsitas são pássaros muito ativos, brincalhões, inteligentes

Preço: de R$ 60,00 a R$ 160,00.

MATÉRIAS RELACIONADAS